quarta-feira, 17 de julho de 2013

Pré-Jornadinha acontece nas escolas de toda a região

Gincanas, atividades de leitura e pinturas de muros estão entre as iniciativas de preparação para a Jornadinha Nacional de Literatura

Entre as obras trabalhadas, o Livro do Cabelo,
 de Leusa Araujo, foi um dos preferidos
Uma Jornadinha Nacional de Literatura não é apenas um encontro com a presença de leitores e escritores. As atividades preparatórias são tão importantes quanto a movimentação cultural, que neste ano chega a sua sétima edição e acontece de 27 a 31 de agosto no Campus I da Universidade de Passo Fundo (UPF). Escolas de toda a região norte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina já mobilizam a comunidade escolar para ler, debater e criar a partir das obras dos autores convidados.

Na Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr. João Carlos Machado, no município de Sarandi, a mobilização de pais, alunos e professores começou cedo. Assim que tiveram conhecimento das obras indicadas para leitura, a comunidade escolar se uniu para arrecadar recursos para a compra dos livros. A solução encontrada foi a venda de cucas. Quem conta a história é a coordenadora pedagógica da escola, professora Tatiane Piazza Grando. “A receptividade da comunidade escolar foi muito boa. Os pais e os alunos se envolveram na venda de cucas e conseguimos juntar o dinheiro necessário”, ressalta. Embora a quantidade de exemplares não seja suficiente para que cada aluno possa levar os livros para casa, as ações realizadas com base nas obras são várias.

Internet
Uma alternativa encontrada para se trabalhar com os alunos foi a produção de vídeos para disponibilização na internet. Eles elegem uma obra de referência para isso e promovem pesquisas para conhecer mais sobre o autor e o assunto. Além disso, a atividade proporciona contato com os escritores por meio de blogs e redes sociais. Conforme a professora Claudia Tesser, mesmo os alunos que não participarão da movimentação cultural são inseridos nos trabalhos desenvolvidos e gostam da oportunidade de conhecer mais sobre as obras, além de poderem interagir virtualmente com os escritores.

Nos muros e na cabeça
As obras indicadas para a Jornadinha são a base para uma série de iniciativas extraclasse. Um dos exemplos é o trabalho desenvolvido sobre a obra Livro do Cabelo, de Leusa Araujo. A partir dela será realizada uma gincana no dia 11 de julho, além de um vídeo que já está disponível no blog da escola escolamachadosarandi.blogspot.com.br. Já o livro O mestre das sombras, de Ivan JAF, será o tema de desenhos que serão pintados no muro em frente à escola.

Cerca de 150 alunos da Escola Dr. João Carlos Machado devem participar da movimentação cultural em Passo Fundo. De acordo com a professora Tatiane, a escola participa desde a primeira edição da Jornadinha e a preparação é fundamental. “Os alunos que se envolvem, vivenciam as obras e viajam por todo esse processo, chegam à Jornadinha familiarizados com o assunto e mais íntimos dos autores”, avalia.

Pré-jornada
A coordenadora das Pré-Jornadas - que congregam os esforços de preparação às Jornadas Literárias -, professora Eliana Teixeira, acredita que além de ser importante para a familiarização das crianças e jovens que participam da movimentação cultural, a Pré-Jornada e a Pré-Jornadinha fazem parte do processo de certificação dos professores. “Esse é um diferencial das Jornadas Literárias, a preparação prévia dos participantes, que tornam o momento de encontro com os autores muito mais proveitoso”, avalia.

Além de realizar as atividades nas escolas, é necessário fazer o registro no grupo oficial Pré-Jornada 2013 no Facebook. Fotos, relatos e desenvolvimento de discussões estão entre as iniciativas que podem realizadas. No site www.jornadadeliteratura.upf.br estão disponíveis as instruções para a realização da Pré-Jornada e Pré-Jornadinha.

5 comentários:

  1. TRABALHAMOS COM O LIVRO O MENINO QUE PERDIA TUDO DE MARCELO PIRES,REALIZAMOS VARIAS ATIVIDADES.A ATIVIDADE QUE EU MAIS GOSTEI FOI O LIVRO QUE EU INVENTEI MINHA HISTORIA COM O TITULO O MENINO ESPERTINHO,E A COMFECÇÃO DO PAINEU.ADOREI A HISTORIA!

    CARLOS EDUARDO SAGGIORATO

    SÉRIE: 3º ANO

    ESCOLA PADRE LEONEL FRANCA - MATO CASTELHANO
    PROFª: FERNANDA DE CÁSSIA FERNANDES

    ResponderExcluir
  2. TRABALHAMOS COM O LIVRO O INPERDIVEL MENIMO QUE PERDIA TUDO DE MARCELO PIRES REALIZAMOS VARIAS ATIVIDADES.A ATIVIDADE QUE EU MAIS GOSTEI FOI A CONFECÇAO DO LIVRINHO QUE EU INVENTEI COM O TITULO O MENINO BRICALHÃO,E A CONFECCAO DO PAINEL!

    LISANDRO ZANCANARO

    SÉRIE:3º ANO

    ESCOLA PADRE LEONEL FRANCA - MATO cASTELHANO

    PROFª: FERNANDA DE CÁSSIA FERNANDES

    ResponderExcluir
  3. TRABALHAMOS COM O LIVRO O IMPERDIVEL MENINO QUE PERDIA TUDO DE MARCELO PIRES,RELIZAMOS VÁRIAS ATIVIDADES.A ATIVIDADE QUE MAIS GOSTEI FOI A CONFECÇAO DO LIVRINHO QUE EU INVENTEI A HISTORIA,COM O TITULO A IMPERDÍVEL MENINA QUE NÃO PERDIA NADA,E A CONFECCAO DO PAINEL.ADOREI A HISTORIA!

    LARISSA GHIZZONI

    3º ANO

    ESCOLA PADRE LEONEL FRANCA - MATO CASTELHANO

    PROFª: FERNANDA DE CÁSSIA FERNANDES

    ResponderExcluir
  4. TRABALHAMOS COM O LIVRO O IMPERDIVEL MENINO QUE PERDIA TUDO DE MARCELO PIRES. REALIZAMOS VARIAS ATIVIDADES.A ATIVIDADE QUE MAIS GOSTEI FOI A CONFECCÃO DO LIVRINHO QUE EU INVENTEI A HISTORIA COM O TITULO A MENINA ATRAPALHADA , E A CONFECÇÃO DO PAINEL. ADOREI A HISTORIA!

    NICOLLY SILVESTRINI DA COSTA

    3º ANO

    ESCOLA PADRE LEONEL FRANCA - MATO CASTELHANO

    PROFESSORA: FERNANDA DE CÁSSIA FERNANDES

    ResponderExcluir
  5. Em nossa escola trabalhamos duas obras de Eva Furnari, Problemas Boborildos e Marilu. As crianças amaram as histórias e realizaram atividades maravilhosas!!

    ResponderExcluir